Carregando TV, aguarde...
Fechar
Você está em: Edificação » Doze Cestos Cheios » Folhas verdes em tempo de seca

Folhas verdes em tempo de seca

A- A+

Como se manter firme e frutífero mesmo em tempos difíceis como o que temos vivido.

Bendito o homem que confia no Senhor, e cuja esperança é o Senhor. Porque é como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro, e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e no ano de sequidão não se afadiga, nem deixa de dar fruto (Jeremias 17:7-8)


A Bíblia diz que o homem que tem seu coração firmado em Deus não tem motivos para temer as más notícias (cf. Sl 112:7). No entanto, é notória a ansiedade que tem envolvido parte dos cristãos nos últimos tempos. Notícias desanimadoras, rumores de crises e dias difíceis, tem atemorizado muita gente em meio a tamanha instabilidade que vive não apenas o nosso país, mas, o mundo, de modo geral.

Normalmente, a ansiedade precede o medo, que é resultado de uma expectativa negativa aliada à dúvida que sobrepuja a fé. A bíblia recomenda, também, lançarmos sobre Deus toda a nossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de nós (cf. 1ª Pe 6:7). Aliás, Deus é a única opção segura que temos. Somente nEle - e na Sua Palavra – é que devemos confiar e depositar toda a nossa expectativa e esperança.

O texto em destaque é uma promessa para os dias de hoje e precisa entrar em nossos corações como uma revelação da parte de Deus. “Bendito o homem que confia no Senhor, e cuja esperança é o Senhor. Porque é como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro, e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e no ano de sequidão não se afadiga (não se perturba), nem deixa de dar fruto”.

Que promessa maravilhosa! O homem que confia em Deus é comparado a uma árvore, que consegue estender suas raízes para o ribeiro, de onde poderá extrair nutrientes, refrigério e vida, mesmo em meio ao calor e à seca. Aquele que coloca sua esperança em Deus, mesmo em tempos de crise, não se afadiga nem se perturba, pois suas folhas permanecerão sempre verdes e não passará necessidades, pois, jamais deixará de produzir frutos.

Tomemos como exemplo a experiência de José, que ficou conhecido como "do Egito". Aquele homem enfrentou várias situações difíceis. Por um tempo em sua vida, os desafios pareciam ser impossíveis de serem superados (conheça toda a história a partir de Gn 37). No entanto, apesar dele ter enfrentado tempos de sequidão e passado por momentos que colocassem em prova sua fé e convicções religiosas, ele fez da presença de Deus a fonte que o levava a superar cada uma das dificuldades que surgiam em sua vida. Em todo lugar por onde passava, José permanecia junto à fonte, o Deus Todo Poderoso, que o sustentava e o ajudava a prosseguir, sem sucumbir.

Seu pai, Israel, fez questão de destacar essa particularidade na vida de José. Ele disse: José é um ramo frutífero, ramo frutífero junto à fonte; seus galhos se estendem sobre o muro (cf. Gn 49:22).

A confiança que José tinha em Deus o fez prevalecer no Egito, um lugar ostil e totalmente inadequado para que um homem como ele pudesse prevalecer. A esperança que José depositava em Deus, a despeito das lutas e desafios que o Egito apresentava, o levou a experimentar fartura num tempo de seca e escassez, abençoando, inclusive, várias outras pessoas. Isso aconteceu com José e pode acontecer com você, prosperar neste mundo, a despeito do que ele tem apresentado a você.

É possível manter as “folhas verdes” em meio à sequidão; frutificar, ainda que a terra esteja seca; e ter o suficiente para si e para abençoar outras pessoas, a despeito da escassez, do calor e da seca. O que temos que fazer é permanecer junto à fonte, Jesus Cristo (cf. Jo 4:14). Existe um manancial de águas vivas (cf. Jr 2:13) que nos sustentará. Ele é fiel! Descanse e espere nele (Sl 37:7a), pois não haverá crise, nem tempo de sequidão, ou más notícias que nos farão desanimar, desistir ou fracassar.

O Senhor é nosso refúgio e fortaleza, socorro sempre presente, e não permitirá que sejamos atingidos pelas sequelas que a seca pode deixar. Essa fonte inesgotável de vida e provisão está disponível a nós e é suficiente para manter as nossas folhas sempre verdes e para nos tornar ramos frutíferos, cheios de vida e vigor.

Por autor

Edifique-se

Comunidade Cristã de Ribeirão Preto - Rua Japurá, 829 - Ipiranga
Ribeirão Preto SP - CEP 14055-100 - Fone: +55 16 3633-5957
comcrist@comcrist.org
Desenvolvido por Atual Interativa