Carregando TV, aguarde...
Fechar
Você está em: Edificação » Celulas » Consolidação Casas de Paz - parte 2

Consolidação Casas de Paz - parte 2

A- A+

Vamos continuar a consolidação daqueles que foram levados a Cristo através das Casas de Paz. O estudo a seguir, além de esclarecer verdades fundamentais para todo cristão, prepararão os novos discípulos para o Encontro com Deus.

“Todo aquele que é nascido de Deus não vive na prática de pecado; pois o que permanece nele é a divina semente; ora, esse não pode viver pecando, porque é nascido de Deus."  I João 3:9

Vamos continuar a consolidação daqueles que foram levados a Cristo através das Casas de Paz. O estudo a seguir, além de esclarecer verdades fundamentais para todo cristão, prepararão os novos discípulos para o Encontro com Deus.

A pessoa que for ministrar esse estudo na Casa de Paz deve ter o cuidado de ler com seus discípulos todos os textos bíblicos sugeridos. Para não perder tempo durante a ministração procurando as passagens, seria útil transcrevê-las num papel, para que a reunião seja mais dinâmicas.

As frases em negrito são verdades que devem ser enfatizadas.

Como vimos na ministração passada, todos nós estávamos perdidos por causa do pecado.Éramos descendentes de Adão e, por isso, já nascemos escravos e condenados à morte (leia Romanos 5:12). Jesus veio, porém, para que tivéssemos direito de escolha (leiaDeuteronômio 30:19). Ele providenciou para nós a redenção.

Você sabe o que significa redenção? Redimir é pagar o preço pela liberdade de outra pessoa. É como se um homem rico fosse a uma feira de escravos e pagasse o preço altíssimo pela nossa liberdade (leia 1ª Coríntios 6:20 e 1ª Pedro 1:18-19).

A obra de Jesus na Cruz quebrou o poder do pecado sobre nós. Agora somos livres para escolher se nos submeteremos a Deus ou continuaremos servindo ao pecado. E é necessário tomar esta decisão. A salvação não é compulsória. Apenas aqueles que decidem crer em Jesus e servir a Deus são salvos (veja João 1:11-12 e João 3:17-18).

Uma vez que decidimos seguir a Cristo, temos que viver uma nova vida, alinhada com sua vontade. Não faz sentido alguém dizer que é filho de Deus e continuar vivendo da mesma forma que antes (leia 2ª Coríntios 5:17 e Colossenses 3:1-10).

A nova vida que podemos escolher, em Cristo, tem algumas características. Aqueles que recebem a Jesus como seu Salvador e Senhor passam a desfrutar de tremendos benefícios e também a responder por certas responsabilidades.

Em primeiro lugar, somos perdoados de todos os nossos pecados. Não importa quão terríveis tenham sido nossos atos. Pelo sangue de Jesus somos lavados e Satanás não tem mais base legal para nos acusar (leia Romanos 8:11ª João 1:7-9 e João 5:24). Você se lembra do ladrão que foi crucificado ao lado de Jesus (sua história está em Lucas 23:39-43)? Ele estava ali condenado por muitos crimes e pecados, mas nos últimos momentos de sua vida arrependeu-se, confessou a Jesus como Senhor e pediu-lhe a salvação. E qual foi a resposta de Jesus? “Em verdade te digo que hoje mesmo estarás comigo no paraíso”. O Senhor não disse que ele teria que pagar pelos seus pecados, fazer penitências ou reencarnar outras vezes. Tudo isso é ensino das religiões, mas que não tem respaldo na Bíblia. O que Jesus lhe garantiu foi que, assim que morresse, estaria com Ele no céu, porque simplesmente aquele homem arrependeu-se e creu.

Em segundo lugar, quando recebemos Jesus, o poder do pecado é quebrado em nossas vidas. O que antes nos escravizava (vícios, compulsões, cadeias espirituais, etc...) agora não nos escraviza mais. Isso significa que, pela fé, podemos escolher viver uma vida santa e agradável a Deus, coisa que antes era impossível, pois estávamos dominados pela velha natureza (leia Romanos 6:14-18).

Em terceiro lugar, como consequência do nosso arrependimento e fé, recebemos o Espírito Santo, que é o próprio Deus habitando em nós. É essa presença santa que nos ajudará a compreender a palavra de Deus, a vencer todo pecado e a compartilhar com outras pessoas a nossa fé (leia Atos 2:38; Ezequiel 36:27 e Romanos 8:13-16).

Vemos, portanto, que os benefícios da fé são maravilhosos. Precisamos, porém, entender que a vida com Deus também requer compromisso. É como se mudássemos de uma nação para viver em outra. Estávamos no império das trevas e agora fomos recebidos no reino de Deus. Temos, portanto, que conhecer e submeter-nos às leis desse reino, aprender a sua língua e viver de acordo com uma nova cultura, que é baseada na palavra de Deus (leiaColossenses 1:13 e Efésios 5:8).

Uma vez que nos convertemos a Cristo, a vontade de Deus é que nos dediquemos a um processo que a Bíblia chama de santificação (leia 1ª Tessalonicenses 4:3-7 eHebreus 12:14). Não nos tornamos perfeitos por sermos crentes, mas vamos sujeitando nosso entendimento e nossas atitudes à vontade de Deus, tornando-nos cada vez mais parecidos com Cristo. É este processo que autentica a nossa fé, pois um cristão sem frutos não passa de um religioso vazio (leia Mateus 3:8 e Gálatas 5:19-25).

A maneira de avançarmos na santificação é aplicando-nos ao conhecimento da palavra de Deus, sujeitando-nos ao Espírito Santo em oração e vivendo em comunhão com a igreja, que é a família da fé, onde podemos ser protegidos e apoiados em nossa caminhada cristã. Aquele que mergulha nesta vida proposta pelo Senhor, desfruta de seu cuidado e bênção nesta terra.

------

PARA FACILITAR AO MINISTRANTE, ABAIXO ESTÃO TRANSCRITOS TODOS OS TEXTOS BÍBLICOS USADOS NESTE ESTUDO:

Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram. 
Romanos 5:12

Os céus e a terra tomo hoje por testemunhas contra vós, de que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe pois a vida, para que vivas, tu e a tua descendência.
Deuteronômio 30:19

Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus. 
1ª Coríntios 6:20

Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que por tradição recebestes dos vossos pais, Mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado.
1ª Pedro 1:18-19

Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome.
João 1:11-12

Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. 
João 3:17-18

Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. 
2ª Coríntios 5:17

E vos vestistes do novo, que se renova para o conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou; 
Colossenses 3:1-10

Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito. 
Romanos 8:1

Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado. Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça. 
1ª João 1:7-9

Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida. 
João 5:24

E um dos malfeitores que estavam pendurados blasfemava dele, dizendo: Se tu és o Cristo, salva-te a ti mesmo, e a nós. Respondendo, porém, o outro, repreendia-o, dizendo: Tu nem ainda temes a Deus, estando na mesma condenação? E nós, na verdade, com justiça, porque recebemos o que os nossos feitos mereciam; mas este nenhum mal fez. E disse a Jesus: Senhor, lembra-te de mim, quando entrares no teu reino. E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso. 
Lucas 23:39-43

Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça. Pois que? Pecaremos porque não estamos debaixo da lei, mas debaixo da graça? De modo nenhum. Não sabeis vós que a quem vos apresentardes por servos para lhe obedecer, sois servos daquele a quem obedeceis, ou do pecado para a morte, ou da obediência para a justiça? Mas graças a Deus que, tendo sido servos do pecado, obedecestes de coração à forma de doutrina a que fostes entregues. E, libertados do pecado, fostes feitos servos da justiça. 
Romanos 6:14-18

E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo.
Atos 2:38

E porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis. 
Ezequiel 36:27

Porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis. Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus. Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai. O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus. 
Romanos 8:13-16

O qual nos tirou da potestade das trevas, e nos transportou para o reino do Filho do seu amor; 
Colossenses 1:13

Porque noutro tempo éreis trevas, mas agora sois luz no Senhor; andai como filhos da luz 
Efésios 5:8

Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação; que vos abstenhais da prostituição;
Que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra; Não na paixão da concupiscência, como os gentios, que não conhecem a Deus. Ninguém oprima ou engane a seu irmão em negócio algum, porque o Senhor é vingador de todas estas coisas, como também antes vo-lo dissemos e testificamos. Porque não nos chamou Deus para a imundícia, mas para a santificação. 
1ª Tessalonicenses 4:3-7

Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor.
Hebreus 12:14

Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento.
Mateus 3:8

Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia, Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias,
Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus. Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra estas coisas não há lei. E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências. Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito. 
Gálatas 5:19-25

 

Edifique-se

Comunidade Cristã de Ribeirão Preto - Rua Japurá, 829 - Ipiranga
Ribeirão Preto SP - CEP 14055-100 - Fone: +55 16 3633-5957
comcrist@comcrist.org
Desenvolvido por Atual Interativa